Curiosidades

Lista de nomes permitidos em Portugal

nomes permitidos em Portugal
Loraine Eira
Escrito por Loraine Eira

A missão de escolher o nome de um filho com certeza não é fácil.

Uma decisão para a vida onde muitos pais gostam de ser tradicionais, outros gostam de prestar homenagens e ainda há aqueles que gostam ser mais criativos optando por nomes mais originais.

Opções? Muitas! E com certeza você pode ficar perdido na escolha. Porém, você já reparou que em Portugal escutamos muitos nomes parecidos? Nomes não tão originais? Por acaso você já parou para pensar o por quê disso?

Porque existe uma lista de nomes permitidos em Portugal

Conheça os nomes mais usados em Portugal em rapazes e raparigas em 2017:

Muitos acreditam que a lista evita que os pais ouçam todos os tipos de palpites dos familiares, amigos ou até aquelas pessoas que adoram meter o bedelho aonde não é chamado.

Agora, você que acabou de chegar em Portugal vai com certeza ficar surpreso com essa novidade!

Se você for cidadão português, você deve seguir com a lista de nomes permitidos cá em Portugal.

A lista é grande e tem sido actualizada ano a ano.

Como funciona?

Quando o bebê nascer e os pais (cidadãos portugueses) forem registrar a criança, devem fazer o registro com um nome escolhido perante a lista de nomes inseridas na base de dados para respeitar o Registro Civil Português.

Como registrar uma criança em Portugal

Actualmente existe um projecto chamado “Nascer Cidadão” que possui a facilidade de registrar o recém-nascido imediatamente no hospital/maternidade logo após o nascimento.

Se o nascimento for declarado no hospital no Balcão do Nascer Cidadão, não é necessária qualquer deslocação à conservatória do registo civil.

Saiba mais em Nascer Cidadão – IRN.

Como consultar a lista de nomes permitidos em Portugal?

Você pode consultar e analisar a lista de nomes no seguinte link: Nomes permitidos – IRN.

Inclusive a atribuição de nome também esta citada no portal do cidadão:

“No momento da declaração de nascimento os pais podem escolher por acordo o nome da criança. Este deve compor-se no máximo de seis vocábulos gramaticais (simples ou compostos) dos quais só dois podem corresponder ao nome próprio.

Os nomes próprios devem ser portugueses ou adaptados gráfica e foneticamente à Língua Portuguesa e não devem suscitar dúvidas acerca do sexo. Existe uma lista de vocábulos admitidos e não admitidos como nomes próprios que resulta de despachos a consultas formuladas.” 

Quais são as exceções para essa lista de nome

Apenas cidadãos estrangeiros ou cidadãos com dupla nacionalidade podem escolher nomes fora da lista de nomes permitidos em Portugal. Contudo, é preciso a aprovação do nome pelo presidente do Conselho Directivo do Instituto de Registos e Notariado.

Custo para Registro/Certidão de nascimento

O registo é gratuito.

Até mais!

Confira mais vídeos no nosso Canal do Youtube

Gostaria de nos acrescentar alguma informação ou nos alertar quanto a algum possível erro? Envie um e-mail a contato@o-tuga.com | Fonte – Imagem via Pixabay | Matéria publicada em 22/04/2018 e actualizada nesta data.

o-tuga-assessoria-em-portugal

Comentários

comentários

Sobre o autor

Loraine Eira

Loraine Eira

Fundadora do O-TUGA, é colecionadora de carimbos no passaporte e de fotografias. Se apaixonou por Dublin em seu intercâmbio em 2014 mas escolheu a terra dos tugas para criar raízes em 2015. Definitivamente, uma paulistana que resolveu deixar São Paulo para descobrir o mundo!!!