Curiosidades

Qual é o mais gostoso? Pastel de Belém x Pastel de Nata

Pastel de Nata Pastel de Belém
Loraine Eira
Escrito por Loraine Eira

Como não gostar de um dos doces mais populares portugueses? Pastel de Belém, Pastel de Nata… Porque não provar ambos?

Eu já perdi as contas de quantas vezes fui até esses locais com amigos e familiares, e sem dúvida, existe uma razão pela qual esses locais serem tão famosos. Todos os pastéis são deliciosos, tenha a certeza disso!

Mas afinal… Porque existem tantas comparações entre os Pastéis de Belém e os de Nata? Tratam-se de sabores diferentes, muito similares ou iguais? Que tal fazer o enorme sacrifício de provar e tirar suas próprias conclusões 😉

 

Pastéis de Belém

Pastéis de Belém Portugal

A fila pode ser longa, mas acredite…. vale a pena! Se estiver com pressa e só quer mesmo levar seus pastéis, você pode entrar na fila bem em frente ao local para pagar e retirar. Se tiver mais tempo, entre no espaço para contemplar os lindos azulejos, as peças antigas, o espaço de demonstração de alguns funcionários manuseando os pastéis, e claro, fique de olho numa mesa, pois lá dentro também é concorrido.

Atendimento – Eu sempre fui super bem atendida e os funcionários sempre foram impecáveis, e muitas vezes, bem brincalhões por verem que por ali há turistas entrando a cada minuto. Ah, óbvio que os funcionários também são um pouco fotógrafos. Afinal, a cada Pastel de Belém que sai na fornada, um turista querendo registar o delicioso momento de estar lá e provar o melhor da doceria portuguesa.

O Pastel de Belém carrega uma linda tradição. Inclusive, confira a matéria que fizemos sobre o local em: Os famosos Pastéis de Belém em Portugal

 

Manteigaria

Manteigaria

É muito fácil andar por Lisboa, e de repente, você está entre turistas próximo do Miradouro de São Pedro de Alcântara andando próximo a praça Luís de Camões, e de repente, já está ao pé da Manteigaria.

Um local bem menor do que o esplendor dos Pasteis de Belém, mas que possui seu charme. Logo ao entrar, você praticamente já esta na fila do local. Como o pastel é super difícil de se resistir, peça logo dois para comer com canela. Após pagar, você pode ficar no balcão na lateral e entre uma mordida e outra, pode contemplar como os pastéis são montados. Inclusive, é super interessante ver como os funcionários são super habilitosos, e em questão de minutos, outra fornada já esta pronta para satisfazer a vontade de quem vem por aí na fila que vai se formando de tempos em tempos.

Atendimento – Como o espaço é bem pequeno, tudo acaba sendo mais prático. A fila pode estar grande, mas as fornadas são bem planejadas de uma maneira tão rápida que, quando você dá por si, já pagou e levou. Simples assim!  Vale muito a pena conhecer o espaço porque a rotatividade de pastéis é tão grande que você pode ir a qualquer hora do dia e sempre terá um bem quentinho, feito na hora para você provar. É dos deuses! rss…

Atualmente a Manteigaria possui duas unidades: No Chiado, no Largo de Camões e no Mercado da Ribeira – Mercado Time Out.

 

Fábrica da Nata 

Um local super arrojado e lindo de se estar para um cafézinho, e claro, o famoso pastel de nata. Ao entrar fomos para a uma área super acolhedora com caldeirões e sofás, mas a esplanada também estava bem cheia. Afinal, verão, todos gostam de panhar um sol.

Atendimento – As vezes que eu fui não estava lotado de pessoas, com um atendimento bom e rápido.

 

Minha percepção para essas três opções?

Todos são deliciosos, impecáveis!

Se eu tenho um favorito?

Após experimentar várias vezes… E acredite, foram várias vezes rssss Afinal, cada amigo ou familiar que vem para Lisboa, fazemos esse tour. Enfim, trata-se de um mix de pastéis que possuem massa quentinha, impecável de tão crocante que faz até barulho a cada mordida, um recheio cremoso com o gosto das natas que ao morder, evidenciam de uma forma leve e deliciosa a canela e açúcar polvilhados por cima do doce.

Recomendo que não deixem de experimentar o da Manteigaria. Para mim, o pastel mais leve e mais cremoso de todos os aqui mencionados. É dos deuses! Sou mega fã!

De qualquer forma, recomendo que conheçam esses locais, e se tiverem a oportunidade, leve também seus amigos e familiares para provar essas delicias portuguesas. Façam uma deliciosa degustação e deixe aqui um comentário com a sua opinião.

Ahhhh e lembre-se, independente de onde você vá comer… polvilhe os pastéis com canela (há ainda algumas pessoas que colocam açúcar em pó por cima do pastel). 😉

 

😉 Gostaria de mais informações, nos acrescentar algum dado ou nos alertar quanto a algum possível erro?

Envie um e-mail a contato@o-tuga.com


Sugestão de Vídeo relacionado ao nosso Canal no Youtube

Comentários

comentários

Sobre o autor

Loraine Eira

Loraine Eira

Fundadora do O-TUGA, é colecionadora de carimbos no passaporte e de fotografias. Se apaixonou por Dublin em seu intercâmbio em 2014 mas escolheu a terra dos tugas para criar raízes em 2015. Definitivamente, uma paulistana que resolveu deixar São Paulo para descobrir o mundo!!!