Depoimentos

Sergio Musashi – Um guerreiro em busca de paz

Sergio Musashi
o-tuga
Escrito por o-tuga

Em 2013, eu estava no auge de uma carreira que já durava 7 anos como servidor do Estado e da Justiça do Estado “X” ( informação reservada). Já era conhecido por todo Estado e subia para cargos cada vez melhores. Começando a lidar com política sindical, lecionar na academia de justiça, ganhar o dobro do meu salário, etc…

Após já ter perdido 6 amigos ou por assassinatos, ou por suicídio, por conta da carga psicológica pesada a que somos submetidos, começa então a desencadear em mim um desgaste emocional, refletindo assim, em minha carreira.

Não sentia mais prazer no que fazia como no início e toda exuberância e prerrogativas. Um salário razoável que o posto me trazia, já não me convencia e já não conseguia a mesma motivação de antes. Estava cansado e precisava dar uma guinada na vida, uma auto-salvação sabendo que se eu insistisse poderia desencadear uma depressão.

Foi assim que, em 2014, eu comecei uma batalha  para ser aprovado minha licença sem remuneração e vencimentos. E assim foi! Após meses, me preparei para vir para Europa iniciando um intercâmbio na Irlanda, e de lá, um outro destino qualquer, no intuito de descansar a cabeça e voltar a estaca zero, valorizando trabalhos simples e me encontrando como ser humano que valoriza a vida e precisaria lutar para sobreviver.

Em Janeiro de 2016, após completar o Curso de inglês General Intermediate numa escola na Irlanda, resolvi vir para Portugal. Vim munido de informações colhidas em blogs, sites e de alguns poucos amigos distantes que cá já estavam.

Desembarquei nos primeiros dias de Janeiro em Lisboa. Desembarque tranquilo, talvez porque eu estava legal na Europa ainda com o visto de estudante válido da Irlanda. Mesmo assim, só perguntaram a morada que eu iria ficar e por quanto tempo que eu iria permanecer (como fazem com quase todos que chegam atualmente).

Narro agora, minha saga em terras lusitanas…

Eu sabia que teria que chegar e me preocupar com o NIF e uma moradia definitiva para as coisas fluir em Portugal. Assim, determinei que meu foco inicial era moradia e conseguir o NIF.

Antes de sair da Irlanda, eu fechei  uma semana de estadia num quarto em Lisboa via site Airbnb (indico para quem esta vindo), e nestes dias já, comecei a buscar um lugar em definitivo no site OLX.

Consegui um quarto e me mudei em dois dias para este novo e definitivo. E assim, as coisas foram acontecendo a partir dai…

Acredito que por ser brasileiro e extrovertido, consegui tirar meu NIF via meu primeiro Senhoril (dono do imóvel alugado). No momento em que eu ia assinar o contrato de morada, ele me perguntou se eu já tinha o NIF e se eu não queria que ele tirasse para mim.. Aceitei, enfim! Fomos no dia seguinte. Sou eternamente grato a ele pela confiança. Acredite, existem anjos!

No dia seguinte, após ter o NIF em mãos, o contrato básico de simples de aluguel do quarto, fui ao Banco BPI para abrir minha conta bancária e assim foi feito!

No mesmo dia, eu cheguei em casa e comecei a postar currículos via sites de emprego na área de restauração. No dia seguinte, eu recebi dois telefonemas para entrevista. Fui aos dois. No primeiro precisava ser residente. No segundo, uma cafeteria, comecei minha vida e também sou grato ao dono por iniciar meu registro na Segurança Social, tendo me contratado depois de uma semana de experiência.

Já se passaram 10 meses em Lisboa, aonde estou aguardando o SEF se pronunciar com a data da minha entrevista para o pedido de autorização de residência.

Eu já trabalhei em 2 empresas e creio que o segredo tanto do meu sucesso, quanto de outros que  conheci neste caminho, foi com base no foco e determinação desde o início.

Não estou aqui para curtir boates, noites, gastar em viagens pela Europa, também não vim em busca de me exibir como muitos fazem via redes sociais e passar uma falsa realidade para os que estão no Brasil. Cheguei 100% focado em mini-projetos iniciais como: moradia, NIF, conta bancária, emprego, NISS, SEF, e hoje, após vencido até o momento estes degraus, vejo muitas pessoas chegando e indo se divertir, deixando o foco de lado. Depois ficam se lamentando, desesperados pelos cantos. Inclusive, se você olha o Facebook e Instagram, estão cheios de poses mostrando uma falsa realidade.

Tenho 42 anos, sou formado no Brasil em Economia e Fotografia,  solteiro, uma filha no Brasil aonde converso via Skype e morro de saudades! Conheço toda Lisboa e as principais cidades de Portugal, fiz algumas amizades em Portugal, aonde nos encontramos as vezes para curtir um churrasco, tocar violão e matar a saudades do Brasil.

Tenho como hobbie aqui, malhar, fotografar, tocar violão, andar de bike e ajudar, na medida do possível, pessoas que estão vindo e pensando em migrar em definitivo.

Não sei se vou retornar a meu cargo no Brasil daqui a dois anos. Só sei que, as coisas estão acontecendo de forma positiva, alguns percalços são naturais. Eu também conto com oportunidades em ótimas empresas que estão me aguardando para quando minha residência sair ou montar o meu próprio negócio aqui…

Assim, deixo hoje as coisas fluírem com mais tranquilidade e serenidade do que quando cheguei, onde era muito focado e obstinado nos meus objetivos.

Abraço a Todos!

FOCO, DETERMINAÇÃO E HUMILDADE!!

Sergio Musashi

Imagem: Acervo pessoal de Sergio

😉 Gostaria de nos acrescentar alguma informação ou nos alertar quanto a algum possível erro?

Envie um e-mail a contato@o-tuga.com

Comentários

comentários

Sobre o autor

o-tuga

o-tuga

Essa publicação foi uma contribuição de um de nossos seguidores. Quer ver a sua história por aqui também? Mande-nos um e-mail e teremos o prazer em compartilhá-las.

contato@o-tuga.com