Dia-a-dia

Campanha Mil Brinquedos, Mil Sorrisos!

Campanha Mil brinquedos Mil Sorrisos
Loraine Eira
Escrito por Loraine Eira

“Todas as crianças têm o direito de brincar.” – Declaração das Nações Unidas dos Direitos da Criança (1959/reiterado a 1990).

Quando as crianças brincam, conhecem-se a si mesmas e aos outros. Descobrem o Mundo. Exercitam novas habilidades. Criam vínculos. Desenvolvem-se aos níveis cognitivo, psicomotor e afetivo. No entanto, as crianças especiais são confrontadas com obstáculos que as impossibilitam de usufruir destes momentos.

É aqui que o Centro de Recursos para a Inclusão Digital (CRID), do Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria), tem vindo a intervir, desde 2007 através da Campanha “Mil Brinquedos, Mil Sorrisos”. Esta campanha tem entregue brinquedos adaptados a crianças especiais, que lhes possibilitam gozar de atividade lúdica e situações de brincadeira com outras crianças, favorecendo a sua inclusão na sociedade.

Campanha Mil brinquedos Mil Sorrisos

Processo de recolha e adaptação de brinquedos

A campanha “Mil Brinquedos, Mil Sorrisos” tem como principal objetivo recolher brinquedos com um sistema eletrónico simples, a fim de serem transformados em brinquedos passíveis de serem utilizados por crianças com necessidades especiais, na Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG) do IPLeiria. Esta tarefa é feita por estudantes e professores voluntários do Departamento de Engenharia Eletrotécnica daquela Escola. O trabalho desenvolvido na ESTG consiste na adaptação do circuito de alimentação de cada brinquedo, de modo a que possa ser utilizado a partir de um interruptor externo que aciona o seu funcionamento.

Este ano, o CRID lançou a 9.ª Edição desta Campanha, que pretende reunir e adaptar mil brinquedos a serem entregues as Equipas Locais de Intervenção Precoce do Arquipélago dos Açores.

Campanha Mil Brinquedos, Mil Sorrisos
Perfil da Iniciativa

A iniciativa visa reunir brinquedos com sistema eletrónico e adaptá-los com um interruptor. Depois de adaptados, os brinquedos serão entregues a crianças com necessidades especiais, de diferentes instituições de solidariedade.

Objetivos da Comunicação

A campanha de comunicação deverá conseguir promover o contacto do público com a iniciativa, incitando-o a doar brinquedos com os requisitos necessários. Pretende aumentar o grau de atenção da opinião pública perante o universo temático, apelando a um sentido de solidariedade e apoio, visando ainda promover a reciclagem e reutilização de brinquedos sem uso.

Elementos Gráficos

A  comunicação   gráfica   está  assente  em 4     dispositivos     principais:     a     utilização de     um    registo    manual,    que     cria    um sentido mais apurado de  humanismo e amigabilidade; o elemento “sorriso“, que continua o discurso gráfico  de campanhas anteriores, estabelecendo a ponte com o nome da iniciativa; a cor laranja,  um tom emocionalmente quente que  promove os valores positivos manifestados pelo projeto; finalmente, a presença de  uma figura masculina, afável e amigo, representativo do que  poderá ser considerado um ato de  boa cidadania.

Meios de Comunicação

A Internet surge como o meio de comunicação primordial para a disseminação da mensagem. Deste   modo,   a   campanha   apresenta-se numa  página web  dedicada, onde manifesta os  seus  vínculos  Institucionais, reforçando a sua  abrangência através de  perfis  na  rede social  Facebook bem   como   no envio  de  newsletters esporádicas.

No  seguimento de  iniciativas anteriores, que contavam com  um repositório de  brinquedos no Campus 1 do IPLeiria. Considerando o anúncio da  parceria com a rede de lojas FNAC, e a subsequente expansão da iniciativa para o âmbito nacional, é proposta a criação  de  mais repositórios para recolha dos brinquedos, não  só nas lojas da empresa mas também nos outros Campus  do  nosso Instituto Politécnico, nos quais constarão ainda os usuais folhetos parandivulgação desta iniciativa.

Politécnico de Leiria

O POLITÉCNICO DE LEIRIA é hoje uma instituição de referência, tanto a nível nacional, como internacional, quer pelo trabalho desenvolvido ao longo destes anos na área da inclusão, quer pela resposta dada aos alunos com necessidades especiais que nos escolhem para prosseguimento dos seus estudos.

Cativámos os mais jovens, nomeadamente a comunidade académica que tem tido um envolvimento crescente e continuado em prol da inclusão das pessoas com deficiência.

Conjugámos esforços e unimos os nossos saberes em prol de uma causa comum, a inclusão.

Não foi fácil, mas a sensibilização, a criatividade e a inovação contribuíram bastante.

Uma prova dessa sensibilização é o modo como os nossos alunos se tem envolvido nas diferentes ações de voluntariado.

O que em 2008 era um sonho, hoje é uma realidade. Já foram adaptados cerca de 5000 brinquedos ao longo destes nove anos.

Tudo isto só foi possível graças à colaboração na divulgação e recolha de brinquedos de diferentes entidades e pessoas que de um modo geral e anónimo se associaram a esta causa.

Contribuindo assim, para a felicidade de algumas crianças dando-lhes a possibilidade de tão simplesmente brincar.

Mas esta nona edição fica marcada por dois acontecimentos muito especiais porque ganhamos mais uma madrinha, a Sra. Secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência, Dra. Ana Sofia Antunes e a campanha será replicada no Brasil através de um convénio entre o Politécnico de Leiria e as Universidades de Feevale e a Federal do Rio Grande do Sul.

Ao longo destes nove anos chegámos a 3 continentes (Europa, África e Ásia) beneficiámos 231 Instituições e duas madrinhas muito especiais juntaram-se a nós: a Dra. Maria Cavaco Silva e a apresentadora Fátima Lopes.

Em 2015, a campanha Mil Brinquedos, Mil Sorrisos foi reconhecida como tendo um elevado potencial de empreendedorismo social pelo MIES – Mapa de Inovação e Empreendedorismo Social em Portugal.

Conheça o Site e Facebook.

Até mais!

😉  Gostaria de nos acrescentar alguma informação ou nos alertar quanto a algum possível erro?

Envie um e-mail a contato@o-tuga.com

Imagem e contéudo via Centro de Recursos para a Inclusão Digital

Comentários

comentários

Sobre o autor

Loraine Eira

Loraine Eira

Fundadora do O-TUGA, é colecionadora de carimbos no passaporte e de fotografias. Se apaixonou por Dublin em seu intercâmbio em 2014 mas escolheu a terra dos tugas para criar raízes em 2015. Definitivamente, uma paulistana que resolveu deixar São Paulo para descobrir o mundo!!!