Dia-a-dia

Modernismo e Galeria de Arte São Mamede andam de mãos dadas 

Galeria de Arte São Mamede
Anna Maria Salustiano

Rostos talhados na madeira com uma precisão chamam a nossa atenção quando passamos na calçada da Galeria São Mamede, localizada próxima ao Largo do Rato, na Rua da Escola Politécnica. Curiosa do jeito que sou, resolvi entrar no lugar para saber quais eram os quadros expostos e deparei-me com uma imensidade de obras na chamada Coletiva Verão.

A Galeria abriu às portas no final dos anos 60 e desde então, tem se caracterizado por expor obras de vários artistas que retratam, sobretudo, características do movimento modernista.

Aspectos presentes nos acrílicos sob papel, fotografias, resina de poliéster, colagens e reciclagens, escultura em ferro pintado, pintura sob tela, escultura em madeira, óleo sob platex, escultura em bronze, grafite sob mármore, fusão de vidro.

 

Galeria de Arte São Mamede

 

Galeria de Arte São Mamede

 

Entre os autores das obras registram-se nomes como: Paulo Neves, Nuno Santiago, Maluda, Margarida Kendall, Daniel Gamelas, Risques Pereira, Cruzeiro Seixas, que fez um desenho à pena em preto e branco explicitam formatos geométricos de corpos adultos, animal, órgãos humanos, bandeira e asas. A obra é chamada de: “Eis o parto da partida” e custa €11 mil.

Esses e outros quadros podem ser vistos de segunda a sexta das 11h às 20h e nos sábados das 11h às 19h. A entrada é gratuita.

 

A Galeria São Mamede foi criada por Francisco Pereira Coutinho e está localizado na Rua Escola Politécnica, 167, LISBOA

Telf. 213 973 255 |  e-mail

 

😉 Gostaria de mais informações, nos acrescentar algum dado ou nos alertar quanto a algum possível erro?

Envie um e-mail a contato@o-tuga.com

Conteúdo | Imagem via autora


Sugestão de Vídeo relacionado ao nosso Canal no Youtube

Comentários

comentários

Sobre o autor

Anna Maria Salustiano

Anna Maria Salustiano

Amante da música, de leituras, viagens, energias boas, de afeto e amor, Anna é do mundo. Pernambucana, brasileira e cheia de sotaque, resolveu estudar e passar um tempo em Portugal, na terra em que tudo é um bocadinho.