Dia-a-dia

STARTUP em Portugal

STARTUP PORTUGAL
Marlene Gaspar
Escrito por Marlene Gaspar

Provavelmente nunca se falou ou fomentou tanto o empreendedorismo no nosso país como este ano.

As Startups já representam 18% do tecido empresarial, logo percebe-se porquê. Ok, o Websummit chegar a Portugal daqui a pouco mais de uma semana é também um dos grandes culpados da buzz word do momento!

Isto são boas notícias? Sim, porque culturalmente estamos a mudar. As gerações anteriores (onde me incluo) foram educadas a trabalhar para os outros. Acreditava-se que era seguro, era estável. Empreender, criar negócios próprios era para os outros. Os mais ariscos. Mas essa estabilidade já não existe. Empreender, hoje, é mais do que uma vontade ou motivação. É uma necessidade. O mundo mudou.

Um exemplo disso é esta semana ter sido apresentado na escola da minha filha o livro “Sr. Empreendedorismo” de Narciso Miranda e Ana Sofia Leite – um livro infantil que pretende despertar nos mais novos competências empreendedoras! E lá estava eu, à noite, a contar a história de embalar a duas crianças de 5 e 3 anos com palavras como “empreendedorismo”, “resiliência”, “inovação”, “perseverança” ou “gestão de crise”!

Se alguma vez pensei estar a dizer estes “palavrões” às minhas filhas com esta idade e ainda por cima em forma de história? Não. A sociedade está a adaptar-se e empreender é uma nova realidade. E nessa realidade temos de ter em conta que ao fim de cinco anos de existência só 40% das Startups se mantêm em atividade! Ou seja, mais de metade vai “ao charco”, fica pelo caminho. As causas podem ser mais que muitas. Mas, boa parte deve-se à comunicação. Ou melhor, à falta dela. Ou ainda, à ausência de preparação dela.

Foi também por isso que a Say U Consulting criou a GO3600, uma metodologia que explica o bê-a-bá da comunicação para StartUps e Empreendedores através da criação da Rota COMM que chegou às várias StartUps do país, aos já empreendedores e aqueles que trabalham para o ser. A metodologia GO3600 é o esmiuçar da relevância e da identidade da empresa ou da marca. Da forma como ela se apresenta aos outros, como conta a sua história e como envolve os vários públicos nela.

As empresas e as marcas têm um DNA, uma identidade própria. E, é preciso trabalhar essa identidade como a queremos apresentar e que atraia os seus stakeholders. Que os agarre na sua teia, que os fidelize para os levar à recomendação a outros.

Não basta ter uma boa ideia, uma loja aberta, ou um bom site para atrair negócio. É preciso muito mais. É preciso definir uma estratégia e agarrar as oportunidades. A comunicação consegue fazer isso.

Startup Portugal

Uma coisa é certa, o Euromilhões só é ganho por quem joga e desses, a lei de probabilidade de ganhar é 1 em 116 milhões, ou seja, 0,00000086%. A Uber foi a feliz contemplada no Euromilhões da notoriedade e goodwill junto do público na última manifestação dos taxistas. Mas, vamos deixar a gestão da comunicação da nossa empresa somente perante esta possibilidade?

Não.

A exemplificação do workshop GO360º com casos práticos, permitiu às Startups e Empreendedores verem-se “nas costas dos outros”, porque aí facilmente veem as suas.

O que concluímos nestes meses pelo país foi que a comunicação nas Startups não está para a comunicação como para as empresas mais sólidas. Estão numa liga muito diferente. E, não é apenas a diferença dos valores disponíveis “do plantel”, ou seja, do budget. Claro, que os valores marcam claramente as diferenças, mas os objetivos e resultados para os quais se trabalha também refletem essa distinção. A GO3600 permite criar buzz numa Startup sem gastar uma fortuna.

A comunicação para as Startups está numa fase de evangelização. Está-se a começar a despertar a necessidade e noção do valor que esta traz para o negócio. Essa mensagem é claramente apreendida, mas ainda não o suficiente para ser rapidamente impulsionada para a causa-efeito. Sente-se ainda que vai para a to do list para daqui a uns tempos. Enquanto se puder “empurra-se com a barriga”. Há outras prioridades.

A nossa “mensagem principal” que é o Santo Graal que os “senhores da comunicação” procuram é: o tempo verbal para a comunicação de Start Ups e Empreendedores não é “será” é “é”. Se acreditam que é no futuro, alertamos para o facto deste ser já hoje. Agarrem-no(s).

Contactos Say U Consulting:

E-mail: rota.comm@say-u.pt

Telefone: 211 926 124

Imagens via Pixabay

? Gostaria de nos acrescentar alguma informação ou nos alertar quanto a algum possível erro?

Envie um e-mail a contato@o-tuga.com

Comentários

comentários

Sobre o autor

Marlene Gaspar

Marlene Gaspar

Say U Co-Partner na Rota Comm e Co-Fundadora do Lisbon South Bay blog

1 comentário