Comprar euro – dicas para economizar

 

É terrível quando você tem uma viagem comprada e de repente começa a ver que o euro esta aumentando, aumentando… o real desvalorizando e você simplesmente precisa rezar para dias melhores. Portanto, seguem aqui algumas dicas para que você tenha tranquilidade na hora de comprar euro!!!

 

Casas de câmbio

Escolha pelo menos 3 casas de câmbio conhecidas na região perto de sua residência ou trabalho. Entre em contato para solicitar cotação e compare bem o serviço de cada um. Muitos empresas de câmbio oferecem serviço de entrega. Portanto, fique atento que dependendo da quantia que você comprar, será muito mais seguro!

 

Acompanhe as cotações

Sugiro que você acompanhe as cotações de câmbio com pelo menos 6 meses de antecedência a sua viagem. Para muitos, pode até parecer muito, mas você vai ver que valeu a pena quando perceber que a economia foi convertida em mais “eurinhos” no bolso! Afinal, o câmbio muda todo dia, a cada minuto!

 

Não compre tudo de uma vez

De repente o euro caiu um pouco e muitas pessoas, com medo, acabam comprando tudo que possuem naquela cotação, de uma única vez! Pois é, isso não é o mais aconselhável… O ideal é você acompanhar as cotações, e quando se deparar com uma queda, comprar uma quantia. Assim, nas próximas vezes que “supostamente” a cotação abaixar, sua média ficará mais favorável.

 

Dinheiro ou Cartão Pré-pago?

A famosa dúvida, ainda mais de quem vai viajar para um intercâmbio longo ou realmente mudança de país. O dinheiro é a forma mais barata, porém a segurança que o cartão pré-pago trás é indiscutível. Lembre-se que, a Europa não tem a criminalidade do Brasil, mas muitas vezes a palavra “TURISTA” esta escrito na nossa testa em muitos momentos quando estamos “perdidos” com o olhar num mapa ou parados pedindo informação. Bandidagem existe em qualquer lugar do mundo. Então aconselho que você viaje com uma quantia segura de dinheiro para deixar na carteira e deixe seu cartão pré-pago num lugar seguro para, aos poucos, sacar a quantidade de dinheiro que você reservou para sua vigem. Lembrando que, mesmo durante a viagem, você pode carregar o cartão, ou seja, super comodo!

 

Cartão de Crédito

Eu uso para emergências, mesmo! Diferente do dinheiro que você vai acompanhando a cotação e decidi se vai comprar ou não, o cartão de crédito é definitivamente uma caixa surpresas. Você vai gastando durante o mês, mas nunca saberá a cotação até o dia do fechamento do seu cartão. Além do que, no aeroporto, você poderá ser questionado se esta levando a quantia recomendada. Nesse momento, como você vai demonstrar o limite à ser utilizado? Complicado! Por isso, pense bem nessa opção. Ela pode ser prática, mas ao meu ver, poderá prejudicar o valor final do quanto você vai gastar na sua viagem!

 

Trocando euro fora do Brasil ou no aeroporto

Não aconselho! Se você seguir os passos acima estará por dentro das melhores cotações das casas de câmbio que você conhecer. Pense na seguinte situação… Imagina que você virá para Portugal, e antes, faz escala num outro país… Se você precisar de euros, você terá o incomodo de ir atrás de uma casa de câmbio (as vezes num espaço de tempo super curto e os aeroportos na Europa costumam ser enormes) e praticamente “aceitar” a cotação que eles estão te oferecendo. Afinal, aonde mais você vai trocar dinheiro se não puder, por exemplo, sair do aeroporto? Acho super arriscado!

Ou então, você esta no aeroporto de Portugal e vai acabar trocando a moeda na “surpresa”, pois as cotações nos aeroportos costumam ser sempre as maiores e você poderá assim perder dinheiro. Além do que, imagino que seria super confuso acabar de chegar num outro país, após horas de viagem, e ainda resolver mais essa tarefa…

Não deixe que a compra do euro vire um filme…um filme de terror!!! Kkkk

 

Portanto, planeje-se bem e compre com segurança! O seu dinheiro poderá ser a chave para uma viagem confortável!

E como dizem os portugueses: Bjinhos, até logo, com licença… vá, vá, vá!!! 🙂

 

😉 Gostaria de nos acrescentar alguma informação ou nos alertar quanto a algum possível erro?

Envie um e-mail a contato@o-tuga.com

Imagem via Pixabay

Loraine Eira
CO-Fundadora do O-TUGA, é colecionadora de carimbos no passaporte e de fotografias. Se apaixonou por Dublin em seu intercâmbio em 2014 mas escolheu a terra dos tugas para criar raízes em 2015. Definitivamente, uma paulistana que resolveu deixar São Paulo para descobrir o mundo!!!

Comentários

comentários

Loraine Eira

Loraine Eira

CO-Fundadora do O-TUGA, é colecionadora de carimbos no passaporte e de fotografias. Se apaixonou por Dublin em seu intercâmbio em 2014 mas escolheu a terra dos tugas para criar raízes em 2015. Definitivamente, uma paulistana que resolveu deixar São Paulo para descobrir o mundo!!!