Educação

Enfermagem – Como validar o diploma em Portugal

Enfermagem – Como validar diploma em Portugal
Debora Rodrigues
Escrito por Debora Rodrigues

Venho aqui compartilhar com vocês um pouquinho do meu planejamento para realização de um sonho:

VIVER EM PORTUGAL

Sou brasileira casada com cidadão português nascido no Brasil.

Resolvemos nos programar para, em dois anos, nos mudarmos para Portugal. Precisaremos desse tempo, pois iremos de forma legal e com dois meninos que estarão com 6 e 7 anos.

Já realizei várias pesquisas sobre legalização, custo de vida, moradia (dicas para alugar um imóvel em Portugal), ensino infantil, assistência médica (PB4) e mercado de trabalho (sou Bióloga e Enfermeira e meu marido é Médico cancerologista).

Nesse momento falarei um pouco do que aprendi sobre o reconhecimento do meu título de enfermagem.

Piso Salarial

O piso salarial do enfermeiro é de 1.200,00 euros, um salário baixo para o padrão europeu, o que faz com que os enfermeiros portugueses procurem outros países para exercerem sua profissão abrindo assim vagas para brasileiros que, como eu, não procuram muito dinheiro, mas sim qualidade de vida.

Esse salário ainda é maior que o praticado no Brasil e a carga horária da categoria é menor em Portugal.

Certificado de equivalência

A princípio fui informada que deveria obter um certificado de equivalência do meu diploma junto a uma universidade portuguesa então busquei por “cursos de enfermagem em Portugal” (mais informações em Estude no Exterior) com a lista em mãos enviei e-mail para seis universidades, dessas apenas três me responderam.

Preciso enviar a documentação requerida com apostila de Haya e pagar uma taxa de, aproximadamente, 200 euros. Uma das escolas já me adiantou que o currículo deles é mais completo que o brasileiro requerendo uma complementação de mais ou menos um ano, mas que eu poderia tentar numa universidade com menores exigências (me indicaram a UMINHO – Universidade do Minho que ainda não me retornou).

Continuando minha pesquisa, desta vez no site da Ordem dos Enfermeiros de Portugal, descobri que existe um Tratado de Amizade, Cooperação e Consulta com o Brasil que permite a inscrição de detentor de título de formação brasileiro.

Com a inscrição na Ordem posso exercer minha profissão em solo português, porém só poderei realizar qualquer pós- graduação com a equivalência de título emitida por universidade portuguesa. Essa opção parece ser mais rápida e mais barata.

A notícia ruim foi que não conseguirei ir com tudo resolvido, pois, para iniciar qualquer processo, preciso ter morada em Portugal, se você já tem o Cartão Cidadão fica tudo mais fácil.

Se alguém tiver uma experiência diferente da minha, por gentileza, compartilhe conosco!

Em outra oportunidade poderei contar para vocês minhas pesquisas sobre os demais assuntos.

Segue a documentação exigida através das Orientações Gerais para Inscrição na Ordem dos Enfermeiros

Boa sorte!

.

 

😉 Gostaria de nos acrescentar alguma informação ou nos alertar quanto a algum possível erro?

Envie um e-mail a contato@o-tuga.com

Imagem via Pixabay

Comentários

comentários

Sobre o autor

Debora Rodrigues

Debora Rodrigues

Bióloga, enfermeira e, atualmente, empresária desiludida com o Brasil. Minha principal ocupação é ser mãe de três garotos e buscar um sonho: viver em Portugal com a família.