Mochilando

Nazaré – Portugal

nazaré portugal
Loraine Eira
Escrito por Loraine Eira

Quer um resumo do melhor de Nazaré? Assista nosso vídeo! 😉

Com cerca de 10 mil habitantes, essa pequena cidade à beira-mar faz parte da história de um milagre, da vida de peregrinos e das maiores ondas do mundo. Um destino muito procurado por muitos turistas.

Além de desfrutar da incrível praia, o esplendor de Nazaré está em sua Capela, Santuário, Forte e Miradouro que remente uma varanda sobre o mar.

 

Praia do Norte

Nazaré

 

O longo areal em forma de meia-lua faz da praia de Nazaré um ponto turístico de beleza natural inconfundível! Ligada diretamente à arte da pesca, Nazaré mantem a tradição da pesca portuguesa o que faz da tradição o seu principal consumo na hora do preparo do menu/ementa do dia.

 

Museu do Peixe Seco

Nazaré

 

Este é um projeto da Câmara Municipal de Nazaré que tem por objetivo a tradicional preservação ancestral da secagem de peixe no areal da praia de Nazaré.

 

Ascensor

Nazaré

 

Para ter uma incrível vista de Nazaré e ter acesso aos principais pontos turísticos, você terá que subir o ascensor da cidade.

Gastamos em duas pessoas o valor de 4,80€ (ida e volta).

 

Nazaré

 

Sítio da Nazaré

O Sítio da Nazaré é um bairro da vila da Nazaré, distrito de Leiria, em Portugal. onde prevalece o sentimento religioso, por conta do milagre de Nossa Senhora da Nazaré.

 

Miradouro do Suberco

Nazaré

 

O Miradouro do Suberco está localizado a 110 metros acima do nível do mar e oferece uma das melhores vistas de Nazaré. Um local perfeito com vista privilegiada e deslumbrante da cidade e da praia para acompanhar o nascer e por-do-sol da cidade.

 

Nazaré

 

Forte de São Miguel Arcanjo

Nazaré

 

Muito além de um simples forte, o Forte de São Miguel Arcanjo possui uma bagagem cultural enorme!

A construção deste monumento de estilo maneirista foi iniciado em 1577, ainda ni reinado de D. Sebastião, para defesa dos ataques piratas argelinos, marroquinos, holandeses e normandos que investiam na época no litoral atlântico.

Em 1644 , o rei D. João IV, ordenou a remodelação e ampliação do mesmo. Como vigilante da fortaleza, São Miguel Arcanjo, padroeiro de muitos santuários.

Este Forte sobreviveu à Guerra Peninsular, onde se refugiaram tropas francesas que combateram contra a população do Sítio e da Pederneira. O monumento foi palco onde o povo ambicionava a liberdade, um marco de revolta, proteção de seu povo e a expulsão do povo invasor em 1811 (obviamente deixando marcas difíceis de se esquecer).

“Esse monumento, que fez história, é um legado do tempo passado que importa preservar e legar aos vindouros, com a dignidade de uso e fruição que merece.” – Texto do material concedido no local.

 

Capela de Nossa Senhora da Nazaré

A Ermida da Memória, também referida como Capela da Memória e Capela de Nossa Senhora da Nazaré.

Nazaré

 

Uma pequena capela ao lado dos comerciantes de Nazaré que gera interesse aos turistas e guarda uma grande e linda lenda do milagre que Nossa Senhora fez impedindo o cavalo de um fidalgo, D. Fuas Roupinho, de se lançar no precipício:

Conta a Lenda da Nazaré que na manhã de 14 de Setembro de 1182, encontrando-se a região em paz com os mouros, D. Fuas Roupinho, alcaide do castelo de Porto de Mós, andava à caça nas suas terras, desporto de sua especial predilecção, quando avistou um veado, e começou a persegui-lo seguido pelos seus companheiros. 

Durante a caçada, o veado (na versão popular uma materialização do próprio demónio) dirigiu-se para o litoral em direcção a uma falésia no Sítio da Nazaré. De súbito, ficou tudo encoberto por um denso nevoeiro que se levantava do mar. Quando o cavaleiro se deu conta de estar no topo da falésia, em perigo de morte, reconheceu estar ao lado da gruta onde se venerava uma pequena imagem, de nossa Senhora com o Menino e rogou, num grito desesperado, à Virgem Maria: “Senhora, Valei-me!”.

Imediata e milagrosamente o cavalo estacou fincando as patas no bico rochoso suspenso sobre o vazio, o Bico do Milagre, salvando-se assim o cavaleiro e a sua montada de morte certa, enquanto que o veado se precipitava até ao Oceano, mais de cem metros abaixo. Em preito de gratidão, o nobre cavaleiro, mandou chamar pedreiros e permaneceu no local até começar a ser erigida sobre a gruta, em memória do milagre, uma pequena capela, a Capela da Memória, para ali passar a estar exposta, à veneração dos fiéis, a milagrosa imagem de origem desconhecida. Quando os pedreiros desfizeram o altar existente na gruta, encontraram um cofre em marfim, contendo algumas relíquias e um pergaminho no qual se relatava a história da pequena imagem esculpida em madeira, representando uma Virgem Negra sentada, a amamentar o Menino.” (fonte)

A capela fica ao lado dos comerciantes de Nazaré, beira do mirante, coberta por azulejos portugueses e possui uma única e pequena janela.

Nesta mesma região, ponta da falésia, tem o Forte de São Miguel Arcanjo, no extremo do Promontório.

Pode-se subir para o Sítio da Nazaré de funicular, uma espécie de trem que sobe diagonalmente pela encosta.

Tanto o forte quanto os trilhos do funicular cortando a encosta, podem ser vistos nas fotos abaixo:

 

Santuário de Nossa Senhora da Nazaré

Nazaré

 

A igreja construída por D. Manuel, no final do final século XVII, é um santuário referência para a peregrinação portuguesa.

 

Nazaré

 

Veado da Praia do Norte da Nazaré

Nazaré

 

Indo em direção ao Forte, nos deparamos com uma escultura de veado. Próximo, estava uma placa com os seguintes dizeres:

“Veado 2016 – Mármore e Aço Corten 6,30m de altura

O Sítio da Nazaré, lugar de grande riqueza patrimonial, foi outrora muito povoado por veados. A célebre Lenda da Nazaré refere que Dom Fuas Roupinho caçava no Sítio e que, numa manhã de nevoeiro do século XII, se isolou dos companheiros quando perseguia um veado que se lançou no precipício. Na iminência de cair, o cavaleiro gritou pelo auxílio de Nossa Senhora da Nazaré. De imediato o cavalo estancou e cravou as patas traseiras na extremidade da arriba salvando Dom Fuas Roupinho.

Nos últimos anos, a Praia do Norte da Nazaré tem sido o palco onde os surfistas descem as maiores ondas do planeta – existem registros de ondas de 30 metros. 

Nesta obra antropomórfica da autoria de Agostinho Pires e realizada pela escultora Adália Alberto (oferta ao Município da Nazaré) são visíveis as referências a estes dois momentos marcantes da História da Nazaré, enaltecendo o passado e elogiando o presente, ambos conjugados na escultura “Veado”.”

 

As maiores ondas do mundo!

A Praia do Norte, muito conhecida pelos amantes de esporte, é uma praia com grandes ventos e ondas, sendo propícia à prática de esportes como surf, kitesurf, windsurf e bodyboard.

Em 2012, o surfista e Big Rider Norte Americano, Garret McNamara, surfou uma onda de 34 metros por lá em 2012 – O registro da maior onda do mundo foi surfada lá. Confira!

 

 

Nazaré é uma cidade típica portuguesa onde você encontra a tradicional culinária portuguesa com muitos mariscos maravilhosos (a famosa caldeirada portuguesa), e para quem tem curiosidade, lá você encontrará muitas senhoras típicas portuguesas que ficam conversando na rua, com roupas tradicionais, incluindo as viúvas que andam com roupas e vestidos pretos pela cidade.

Nazaré, um local para conhecer e se apaixonar mais ainda por Portugal!

 

Localização

 


“Lugares para visitar em Nazaré?”, lembre-se dessa matéria e você terá a resposta do que fazer em Nazaré e que tipo de turismo Nazaré poderá proporcionar!

Faça o seu roteiro turístico para conhecer os principais pontos turísticos. Coloque Nazaré em sua lista e bom passeio!

😉 Gostaria de nos acrescentar alguma informação ou nos alertar quanto a algum possível erro?

Envie um e-mail a contato@o-tuga.com

Comentários

comentários

Sobre o autor

Loraine Eira

Loraine Eira

Fundadora do O-TUGA, é colecionadora de carimbos no passaporte e de fotografias. Se apaixonou por Dublin em seu intercâmbio em 2014 mas escolheu a terra dos tugas para criar raízes em 2015. Definitivamente, uma paulistana que resolveu deixar São Paulo para descobrir o mundo!!!