Voluntariado

Voluntariado na Sérvia e Croácia

Voluntariado
Catarina Garrau
Escrito por Catarina Garrau

Catarina, tenho 44 anos e sou mãe de 2 crianças maravilhosas e sou Consultora Imobiliária.

Sou mãe, mulher, esposa e acima de tudo um elemento produtivo da nossa sociedade… Gosto do que faço, mas a minha paixão é o voluntariado.

Gosto de ajudar…sem esperar nada em troca, a não ser crescer enquanto pessoa.

Comecei por voluntariado na Refood (onde ainda estou) e depois de uma vinda a Sérvia em 2015 em lazer, a minha vida mudou. Dei de caras (literalmente) com o que era assunto no momento: Refugiados.

Não estava preparada…até porque no conforto do meu lar, eu tinha um aparelho mágico que me fazia desligar desta realidade: o comando da televisão. Nessa altura, por desconhecimento, por não falar a língua, nada fiz…apenas assisti a passagem de milhares de pessoas em busca de UMA vida. Mas o meu coração não descansou…e em Outubro desse ano regressei, onde fui fazer trabalho de voluntariado num centro em Belgrado e na fronteira na Sérvia/Croácia.

Não parei desde aí…alias é na Sérvia que estou actualmente enquanto escrevo este texto.

Comigo, durante as férias escolares, os meus filhos acompanham, tem actualmente 15 e 12 anos.

Quero com isto, ensinar lhe o valor das coisas. E acima de tudo a olharem o próximo como igual. Quero que cresçam a saber que ajudar é importante. Que não devemos de forma alguma desprezar o próximo, apenas porque não praticamos a mesma religião, porque temos raça diferente…

Irei falhar muitas vezes como mãe, mas que no fim da minha vida, possa olhar para trás e dizer: “Criei dois seres excepcionais. Que orgulho” E com isto quero dizer, que trabalho por “obrigação” e sou voluntária por vocação.

É em terreno que sou realmente eu. Em que sinto que faço e dou o melhor de mim…e espero continuar.

Sabe…a vida é tão curta, que se vivermos está oportunidade maravilhosa que é estar aqui. Prejudicar os outros, o que levamos para o outro lado? Prefiro fazer aquilo que sei: ajudar. O resto vem por acrescento.

Não é algo fácil, pois é preciso despender muito dinheiro, as viagens, estadia, alimentação é tudo a minha conta…mas vai se fazendo. Daí ser consultora imobiliária, pois permite ter uma flexibilidade que de outra forma não dava.


Sugestão de Vídeo relacionado ao nosso Canal no Youtube

 

Comentários

comentários

Sobre o autor

Catarina Garrau

Catarina Garrau

A vida é tão curta, que se vivermos está oportunidade maravilhosa que é estar aqui. Prefiro fazer aquilo que sei: ajudar. O resto vem por acrescento. Não é algo fácil, pois é preciso despender muito €, as viagens, estadia, alimentação é tudo a minha conta…mas vai se fazendo. Daí ser consultora imobiliária, pois permite ter uma flexibilidade que de outra forma não dava.